Encontro do Círculo de Oração da AD Belém reúne milhares de Irmãs

42ª Festividade aconteceu de 15 a 17 de junho com cinco cultos na programação

De 15 a 17 de junho, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus em São Paulo – Ministério do Belém, realizou o seu 42º Encontro Geral das Irmãs do Círculo de Oração. Sob o tema “Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder” Apocalipse 4:11, milhares de mulheres se revezaram para tomar parte da festividade que contou com cinco reuniões em sua programação. Os cultos foram dirigidos pelos pastores, Presidente José Wellington Bezerra da Costa e Vice-Presidente José Wellington Costa Junior, com a coordenação da irmã Lídia Dantas Costa, líder geral do departamento feminino do Ministério.

Todos os 96 setores, atendendo a escala estabelecida participaram da festa com um grupo representativo de irmãs das congregações do Ministério; além delas, em todas as reuniões tivemos a participação do tradicional coral das dirigentes, regentes de círculo de oração e esposas de obreiros regido pelas irmãs Edna Veiga e Kátia Silva; do grupo de louvor do departamento feminino e dos cantores Sumara Santos (SP); Raphael Dias (SP) e Ezequiel Alegria (SP), que louvaram os presentes a exaltar ao Senhor através dos louvores.

O culto de abertura na noite de quinta-feira (15), começou com à Igreja cantando os hinos de números 83 e 526 da Harpa Cristã. Após os louvores pelo conjunto das dirigentes e esposas de obreiros, do grupo de louvor e dos cantores convidados, seguidos por oração conduzida pelo pastor José Prado Veiga, segundo secretário da Igreja, o Pastor Presidente José Wellington Bezerra da Costa, que também foi o preletor da noite abriu os trabalhos em nome de Jesus. Seguindo a programação irmã Lídia Dantas Costa saudou as participantes, convidando-as a aproveitarem cada minuto do encontro e fez a leitura do tema.

Pastor José Wellington iniciou suas palavras felicitando as irmãs por mais uma festividade, “que bom estarmos nesta noite na casa do Senhor; no 42º encontro das nossas irmãs do círculo de oração. Que o nosso ambiente nesta noite seja todo especial, cem por cento pentecostal; nós estamos aqui adorando há um Deus que é Digno. Que Deus recompense a irmã Lídia e sua equipe; irmã Marta e sua equipe; que Deus continue abençoando as nossas líderes e irmãs de todo o nosso círculo de oração”. Ele pregou no tema Apocalipse 4:11, destacando a intimidade de João com o Senhor Jesus. Ele destacou a importância da comunicação, do contato do crente com o Senhor Jesus, frisando que isto só acontece através da oração, “não temos outro meio para nos comunicar com o Senhor Jesus, se não pela oração. O céu está aberto para nós”.

Com um outro grupo de irmãs presentes, o pastor José Wellington Costa Junior, presidente da Convenção Geral dos Ministros das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus no Brasil (CGADB), foi o preletor de sexta-feira (16); baseando-se no texto de Lucas 8:39 ele incentivou as irmãs a testemunharem dos grandes feitos do Senhor em suas vidas e de suas famílias, e a não falarem de lutas e problemas, “volta para sua casa minha irmã contando as grandes coisas que Deus tem feito por você, pela sua família; não conte os problemas, as lutas, conte as vitórias”. No culto da manhã do terceiro dia da festividade sábado (17), novamente o Presidente da CGADB foi o pregador; em uma palestra com lições extraídas do texto de Provérbios 31:10-29, ele falou sobre a “Importância da mulher como esposa e mãe”. Ele alertou as irmãs a terem vigilância, prudência e cuidado na condução do casamento, do lar e da família.

Nas reuniões da tarde e noite deste terceiro e último dia, com o templo tomado pelas mulheres, os preletores respectivamente foram os pastores Luiz Ricardo de Souza, pastor setorial em Diadema/SP e Elias Torralbo, pastor setorial em Mogi das Cruzes/SP; ambos tomaram como base o texto tema, Apocalipse 4:11. Pastor Luiz Ricardo discorreu sobre a perseguição sofrida pela Igreja em seu primeiro século através de Nero; também sobre a estadia de João na Ilha de Patmos, fugindo do Imperador Domiciano. Falando sobre o sofrimento de João, o Ministro frisou que a intenção de Nero, matá-lo, pois todas as circunstâncias daquele lugar humanamente falando cooperavam para isto, mas Deus estava com ele. “Nos nossos momentos de Patmos, nos nossos momentos de tribulação, é que Deus mais se revela. Você não vai morrer neste Patmos, nesta aflição”, afirmou. O último pregador foi o pastor Elias Torralbo, ele concluiu sua participação afirmando que João estava na Ilha de Patmos injustamente; o mar era o maior impedimento para que ele se justificasse aos homens; mas “O Reino a qual pertencemos é um Reino de justiça. O ruim não será celebrado para sempre e o bom não ficará escondido para sempre; chegará o dia que o ruim será chamado de ruim, e o bom será honrado como bom”. Nestas reuniões irmã Lídia Dantas agradeceu os departamentos, irmãos envolvidos nas diversas frentes que contribuíram para realização do encontro, externando sua gratidão a Deus por suas bênçãos, pela vida e orientação do Pastor Presidente José Wellington Bezerra da Costa; o apoio sempre presente de seu esposo, o Pastor Vice-Presidente José Wellington Costa Junior; à irmãs Marta Costa e equipe; Sônia Ramos e Equipe. Ao coral das Dirigentes e Esposas de Obreiros e suas maestrinas, irmãs Edna Veiga e Kátia Maria da Silva. Aos irmãos Daniel e Ana da sonoplastia; Priscila Sforcin e equipe de inclusão e ao pastor André Custódio responsável pela alimentação. Cerca de 16 mil irmãs participaram presencialmente; outros milhares acompanharam ao vivo pelo canal da TV AD BELÉM em www.youtube.com/tvadbelem.

Postagens relacionadas

Junte-se à discussão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top