A Sabedoria que Vem do Alto

A Sabedoria que Vem do Alto

         “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não o lança em rosto; e ser-lhe-á dada. Peça-a, porém, com fé, não duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento e lançada de uma para outra parte” (Tg 1.5,6). Deus, por ser o Conhecedor de todas as coisas, é o detentor do conhecimento. Se lhe pedirmos sabedoria, a que vem do alto, Ele nos concederá com muito prazer e satisfação.

       O livro de Provérbios é o compêndio bíblico que mais escreve sobre a sabedoria. Aquele que o lê e entende seu conteúdo, torna-se um sábio, que jamais se envergonhará diante de alguém que o confronta.  “Porque o Senhor dá a sabedoria, e da sua boca vem o conhecimento e o entendimento. Ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos; escudo é para os que caminham na sinceridade” (Pv 2.6,7).

       O discernimento é algo necessário para vivermos de forma digna diante de Deus, pois, sem ele, podemos agir nesciamente, porque seguiremos por caminhos tortuosos. Conseguimos ser bem-sucedidos, se, diligentemente, buscarmos o conhecimento. Este é o ponto de partida para sermos sábios, porque, apesar da sabedoria está à disposição de todos, precisamos buscá-la obsessivamente.

       A sabedoria conduz-nos a caminhos mais seguros, pois nos afastará, imediatamente, das más escolhas. Ao escrever o livro de Provérbios, Salomão fala do valor inestimável dessa capacidade, pois ela é eficiente para nortear toda nossa conduta. O sábio valida sua visão com vários conselhos e princípios, como também incentiva as pessoas a buscarem a sabedoria como um modus-operandi de sobrevivência.

       Em vez de aprendermos meramente sobre a sabedoria, devemos, em primeiro lugar, aceitá-la e incorporá-la, através da concordância com o que está escrito em Provérbios 1.7: “O temor do Senhor é o princípio da ciência; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução”. A concessão da sabedoria vem de um relacionamento reverente com Deus, a fonte inesgotável de todo conhecimento divino e humano.

       Alguns pensamentos de Sócrates sobre a sabedoria: “O sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância”; “Existe apenas um bem, o saber; e um mal, a ignorância”; “Só sei que nada sei; e o fato de saber isso, coloca-me em vantagem sobre aqueles que acham que sabem alguma coisa”. O verdadeiro sábio é humilde e sabe que nada sabe, pois depende 100% do conhecimento que vem do alto.    

Pr. José Wellington Bezerra da Costa

Presidente do Ministério do Belém e da CONFRADESP

Junte-se à discussão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top