Aviva, Ó Senhor, a Tua Obra no Meio dos Anos

       Este é o título da mensagem registrada por Habacuque, no capítulo 3, versículo 2: “Ouvi, Senhor, a tua palavra e temi; aviva, ó Senhor, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos a notifica; na ira lembra-te da misericórdia”. Este profeta encontrava-se em grande aflição por causa da iniquidade praticada pelos judeus antes da destruição de Jerusalém, realizada por Nabucodonosor, rei dos caldeus.

       Estudamos, neste trimestre que se findou, a respeito do reavivamento, tão necessário para nossos dias atuais. Dois jovens batistas suecos, Gunnar Vingren e Daniel Berg, após serem batizados com o Espírito Santo, nos Estados Unidos, foram enviados por Deus para nos transmitir a mensagem pentecostal. Foram expulsos da Igreja Batista em Belém do Pará, juntamente com os que receberam de bom grado o pentecostalismo.

       No dia 18 de junho de 1911, fundaram a Assembleia de Deus no Brasil, quando, a partir do Norte, e, depois, seguiram para o Nordeste, Sudeste, Centro-Oeste e Sul, anunciaram a mensagem pentecostal em todo território nacional, revestidos do poder de Deus, conforme determinou Jesus aos seus discípulos que aguardassem em Jerusalém o cumprimento da promessa registrada por Joel, no capítulo 2, versículos 28 e 29.

       O pentecostalismo foi pregado em todo o Brasil, quando milhões de pessoas aceitaram a Cristo como Salvador e receberam o revestimento deste poder. Por isso, a Assembleia de Deus tornou-se a maior denominação evangélica em nossa Pátria. Não podemos permitir que o “fogo” do Espírito se apague. Devemos manter a tradição do jejum e da oração, para que continuemos avivados e condutores da luz do Evangelho ao mundo.

       A cada cem anos, a partir do século XVI, Deus aviva sua obra, conforme aconteceu na Alemanha, através de Martinho Lutero, que revolucionou o mundo por intermédio da Reforma Protestante. Passaram-se mil anos, chamados de Idade Média, quando Deus usa este monge agostiniano para fazer uma grande transformação no seio da Igreja Católica Romana, quando declarou que a salvação era pela fé, e não pelas indulgências.

       Nos séculos seguintes, Deus avivou sua obra, através de Filipe Jacó Spener (XVII), que pregou sobre o Pietismo, o fervor do cristão. Em seguida, surgiu João Wesley (XVIII), que pregou sobre o método de conduta do cristão.  Posteriormente, D.L. Moody (XIX), que realizou grandes cruzadas evangelísticas. No século passado, manifestou-se o Pentecostalismo através de Wiliam Seymour. Aguardamos o reavivamento do século XXI.

Pr. José Wellington Bezerra da Costa

Presidente do Ministério do Belém e da CONFRADESP

Junte-se à discussão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top